100 MÚSICAS          LINHA DO TEMPO          COMPOSITORES          JÚRI OFICIAL          JÚRI POPULAR        MENU


No último semestre de 1999, a Rede Globo de Televisão convidou 45 personalidades para escolher as 100 Maravilhas da Música Popular Brasileira, dos últimos 100 anos: 

 Almir Chediak, Aluísio Reis, Ana Maria Bahiana, André Midani, Antônio Carlos Miguel,
 Antônio Cicero, Arley Pereira, Bernardo Vilhena, Beto Boaventura, Carlos Diegues,
César Camargo Mariano, Décio Pignatari, Denis Carvalho, Elifas Andreato, Ezequiel Neves, Fernando Faro, Geraldo Carneiro, Giron, Guto Graça Melo, Hermínio Bello de Carvalho,
Jairo Severiano, Jamari França, Jaques Morelenbaun, João Araújo, Jorge Davidson,
José Ramos Tinhorão, Liminha, Luís Carlos Niemeyer, Manoel Carlos, Mariozinho Rocha, Matinas Suzuki, Mauro Dias, Max Pierre, Nelson Motta, Oki de Souza, Ricardo Cravo Albim, Roberto Augusto, Sérgio Augusto, Sérgio Cabral, Tárik de Souza, Tavinho Paes, Tom Leão, Walter Silva, Waly Salomão, Zuza Homem de Melo. 

Cada um deveria eleger 10 preferidas, as mais do que perfeitas. Quais seriam - nos últimos 100 anos - as 100 canções mais importantes da nossa música popular? Qual a Canção do Século, a preciosidade máxima?

Uma resposta difícil; uma quase impossível decisão. Obstáculos à parte, venceu o argumento de que a Música Popular Brasileira merecia uma grande festa, em que a genialidade e a memória de nossos compositores e poetas seriam carinhosamente revisitadas, revividas e abençoadas. Nossos convidados levaram a bom termo o desafio, e a Rede Globo entrou no ano 2000, exibindo o evento Cem Anos de Música.

O texto de Marcos Resende ambientou cada canção a sua época e deu origem a 100 clipes, narrados por Cid Moreira e exibidos no Fantástico

       100 MÚSICAS                                                    LINHA DO TEMPO                                                   COMPOSITORES


  INÍCIO                  MENU